Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

*Eu, o meu blog e as novas funcionalidades!...*

Estava eu a dar aqui umas voltinhas nos menus do meu blog e começo a aperceber-me que há imensas funcionalidades que eu desconheço TO-TAL-MEN-TE para que servem!

 

Não sou info-excluída, simplesmente quando iniciei o meu blog em 2007 era tudo tão simples e basiquinho. Depois veio a febre dos templates, lá fui eu descobrir como se mexia na CSS do layout e descobrir o significado dos códigos todos. Quem me segue, sabe como eu sempre adorei mexer na CSS e fazer os meus próprios templates.

 

Entretanto por variadas razões particulares da minha vida, tive momentos de afastamento, de falta de tempo, de falta de vontade, de muitos posts escritos na minha mente qua nunca chegaram a sair cá para fora, de desinspiração, de desmotivação e de não querer estar sempre a chorar e a lamentar-me aqui no blog. Sim, o meu blog é a minha espécie de diário online mas eu não quero passar uma imagem do que não sou: uma pessoa lamechas e sempre triste!

 

Depois foi o fecho em série de blogs de pessoas que eu conhecia e gostava muito, ficando apenas um ou dois que me despertavam algum interesse. Acabei por colocar este meu cantinho e a blogosfera muito de parte.

 

Por isso, "mai diar frendes", se quiserem elucidar/atualizar os conhecimentos destas novidades aqui à Pepper, sou toda ouvidos.. ou olhos... bom, sou qualquer coisa!

 

cabeçalhorr2.jpg

cabeçalhorr2.jpg

 

 

Ainda se lembram destes dois templates? :) 

 

 

Destaque surpresa! :)

 

De manhã fui às compras e cheguei a casa cansada e cheia de calor. Almocei e, como estou em férias - e super entediada... já tinha dito isto? - resolvi esticar-me na minha cama e ver um pouco de TV. Pois, a intenção era ver um bocadinho de TV para passar o tempo mas quando dei por isso, tinha adormecido!

 

Acordei com uma sensação de ressaca. Como tinha de procurar o telefone fixo de uma das minhas entidades patronais (nesta era do telemóvel é assim!), liguei o PC. Foi então que vi uma mensagem do meu N. que me dizia "tas em destake no sapo". Estou o quê? Onde? Se calhar estou mas é na secção dos "Recortes", pensei eu pois era onde estava ontem com o meu post da Horta na varanda.

 

Afinal estava enganada! Estava mesmo em destaque. Mais uma vez obrigada ao Pedro e á equipa do Sapo que me acompanha já há algum tempo (estamos a ficar velhos, hein?{#emotions_dlg.blink}) e a quem eu sou fiel.

 

A Propósito de Blogs...

Gosto muito deste meu espacinho, independentemente das fases de inspiração ou desinspiração, do tempo ou da falta dele para deixar umas simples palavras ou relatar uma história idiota. O meu blog continua a resistir estoicamente a tudo e a todos, embora, de vez em quando, fique a pairar no ar à espera que eu o prenda com um cordelinho aqui ao meu dedo. Embora, de vez em quando, não seja merecedor de um singelo comentário áquilo que eu relate.

 

É, no entanto é com alguma tristeza minha (se assim se pode dizer) que constato o seguinte: será  impressão minha ou estão todos a fugir do domínio do sapo? Vejo cada vez mais blogueiros a encerrar os seus blogs ou simplesmente abandoná-los aos sabor da blogoesfera. Outros ainda, mudam de dominio por variadas razões.

 

A minha lista de blogs que costumava e costumo visitar vai diminuindo gradualmente. E eu, aos poucos, lá vou eliminando mais uns links de blogs. Depois encontro por aí tantos blogs mas são blogs de fugir a sete pés. Com conteúdos tão vazios que nem vale a pena perder tempo. E que muitos deles ainda chegam a ir para destaque. Não quero com isto dizer que o meu blog é melhor que os outros, não. Mas esta é a minha opinião.

 

Será que a época dourada dos blogs já passou e eu fiquei parada no tempo? Será que sou tão lamechas e apegada às minhas coisas que não consegui ainda libertar-me do meu espacinho de pseudo-escrita?Na realidade, nada disto me preocupa pois enquanto gostar de aqui estar, vou continuar a relatar as minhas histórias idiotas e a escrever posts que não mereçam nem um único comentário! A Miss Pepper é assim...

Hooray For Sapo... And Me!

Não é por nada, mas o meu amigo sapinho é sempre oportuno quando decide atribuir-me um destaque. Sabe sempre quando ando mais em baixo e estou a precisar de um "reforço positivo".

 

Estas semanas têm sido terríveis em termos de trabalho e de pressão. E um miminho destes sabe sempre muito bem. Mais uma vez obrigada sapinho!

 

Até parece que andivinhaste que, ultimamente, não tenho feito outra coisa senão falar em ti. Eu explico: é que tenho andado a ensinar aos meus meninos mais pequeninos a história da Family Frog!

 

Será que o meu destaque foi em retribuição do "teu" destaque nas minhas aulas? Ou será que é para me obrigares a escrever porque ando assim, quer dizer, a modos que, um cadinho para o preguiçosa?!

 

De qualquer das maneiras, thanks again!

 

E Ninguém Me Avisou?!

Bom... chego eu a casa, descansadinha da escola, depois de distribuir os testes que passei todo o dia de ontem a ver, entro no meu PC pronta a degladiar-me com a minha multifunções que mandei de férias forçadas e agora não lhe apetece voltar a dar ao jacto de tinta e... tumba! Apanho um choque destes!

 

Quer dizer, toda a gente sabia e ninguém me avisou... hummm!

 

Acho que o sapo adivinha sempre quando estou a precisar de um miminho verdusco e um colinho viscoso.

Assim tenho de dar a mão à palmatória... Pronto, eu sei que por vezes atribuo-te predicados menos elogiosos, admito-o, e que aquela famosa receita culinária foi uma pequena maldade minha mas... já sabes como eu sou.

 

Mais uma vez obrigada à equipa do sapo pelo destaque e a todos que ainda têm a paciência de passar por aqui e deixar um comentário, mil obrigados pelo tempo dispendido e mil beijinhos pelo carinho sempre demonstrado.

 

 

 

Sapo no Forno à Moda da Pessoinha

                                               

 

 

Ingredientes:

 
- 1 sapo verde, gordo e preguiçoso
- 1 mão cheia de tansos da espécie bloguista
- 2 tomates para dar coragem
- 1 cabeça de alho (para mandar…)
- 1 pitada de  sal para temperar olhos
- pimenta forte para pôr na língua
- manteiga para deixar a pele crocante
- 2 limões bem ácidos para arder bastante
- ervas aromáticas de paciência para polvilhar
 
Preparação:
 
Pegue estrangule no sapo e coloque-o num tabuleiro para ir ao forno a uma temperatura infernal. Tempere o sapo com bastante sal nos olhos, bastante pimenta na língua e sumo de limão q.b. por todo o corpo não esquecendo a zona dos olhos, nariz e boca. Mande o sapo para o alho, depois de retirar as peles da cabeça. Deixe a marinar durante 24 horas.
Ligue o forno com antecedência para atingir uma temperatura infernal. Pegue no tabuleiro onde tem o sapo a marinar e coloque um limão bem grande no orifício rabal do sapo. Esfregue todo o sapo com manteiga para assar bem e ficar com queimaduras de terceiro grau ficar estaladiço. Por fim, pegue nos dois tomates, acerte  coloque em zonas estratégias para lhe dar algum gosto de vingança.
De seguida, coloque no forno. O sapo estará pronto quando gritar socorro a pele estiver bem tostada.
Para finalização do prato, sirva polvilhado de ervas aromáticas de paciência, acompanhado de uma mão cheia de tansos bloguistas. Bom proveito!
 

Sapo Desencantado

                      

 

AAAAAAAAAAArgh! Hoje é o meu dia de me zangar com o sapo e de lhe avisar que se não se põe a pau, peço a demissão!!!

 

Opa, está uma pessoa tão compenetradinha a escrever um postezinho tão saboroso, faz as coisas todas direitinhas e quando chega a vez da foto… PIMBA! O SAPO (!) boicota o nosso trabalho! Isto está certo, está menino sapo?

Pois, lá teve que ficar o post do Pecado da Gula em águas de bacalhau… bem, foi mais em águas de camarão, mexilhão e outras coisas terminadas em –ão, como por exemplo… açafrão!!! Não sejam mentes perversas!

 

E agora? Não acham que ficava muiiito mais bonito com uma fotozinha a ilustrar? Ficava, não ficava? Também acho!

Onde está o livro de reclamações?! Não se brinca assim com o pessoal de trabalho!!! Só me apetece é comer perninhas de sapo fritas! Grrr!

 

Amanhã tento outra vez e se não der, menino sapo, vais ver o que é assapar a sério! Vais daqui até Marte num piscar de olhos!

 

Tou-me a passareeee, olé! Tou-me a passareeee, olé! Tou-me a passareeee, olé! Tou-me a passareeee, olé, olé!